Site NetCartas

Série NetCartas: aprenda a jogar o Remígio, a “mona do Pôquer”

Poker Originário da América do Sul e jogado desde o começo do século XX, o Remígio é um jogo rápido e divertido, também conhecido como Rabino, Ramiro, ou “mona do Pôquer”. Faz parte da longa tradição de jogos Rummy, nos quais cada jogador compra e descarta cartas com o objetivo de melhorar a própria mão até que alguém “bate”. Quer aprender a jogar? Confira:

O baralho

O Remígio utiliza no mínimo dois baralhos ingleses completos de 54 cartas (coringas incluídos). Para até seis jogadores, são usados dois baralhos; de sete a dez, três baralhos. O jogo funciona melhor com três ou cinco jogadores e é disputado individualmente (não existem duplas). No começo do jogo, cada jogador recebe dez cartas. A cada rodada, o jogador compra uma carta do monte ou da pilha de descarte e em seguida descarta outra. Portanto, a mão sempre terá dez cartas.

O objetivo

Como na Canastra, no Buraco e no Poker, no Remígio os jogadores formam “jogos” (combinações) com as próprias cartas. Um “jogo” tem no mínimo três cartas. São aceitos apenas três tipos:. Sequências. O Remígio aceita apenas sequências de cartas do mesmo naipe. O ás pode ser usado tanto antes do dois como depois do rei. Cartas iguais. É permitido combinar cartas do mesmo índice (três valetes, quatro oitos, cinco setes, etc.). Juntar dez cartas do mesmo índice (por exemplo, dez cartas “3”) forma o “remígio”, a combinação mais valiosa do jogo. Naturalmente, jogando com apenas dois baralhos um remígio terá no mínimo dois coringas. Cor. É chamada “cor” a combinação de dez cartas do mesmo naipe, independentemente da formação de sequências. É um jogo arriscado, porque juntar cartas do mesmo naipe não constitui de outra forma um jogo (ou é com as dez cartas ou não vale nada).

Desenvolvimento do jogo

Na sua vez, cada jogador primeiro compra uma carta – pode ser do monte ou da pilha de descarte (“lixo” ou “bagaço”); obrigatoriamente, apenas a carta do topo pode ser comprada. Em seguida, descarta, para manter a mão sempre com dez cartas. As combinações são feitas em segredo, na mão de cada jogador. Quando todas as cartas da mão fizerem parte de uma combinação de pelo menos três cartas, o jogador pode bater. O jogador que bate marca pontos de acordo com dois fatores: (a) sua própria combinação de jogos; (b) as cartas dos outros jogadores que ainda estiverem “soltas”, sem formar jogos.

Pontuação

O jogador que bateu recebe os pontos das cartas não utilizadas pelos adversários. Cada ás vale 1 ponto e as cartas numéricas o valor de face (o “3” vale 3 pontos, etc.). As figuras valem 10 pontos e o coringa vale 20. Portanto, o ideal para o vencedor é que os adversários tenham várias cartas altas não combinadas na mão. Depois de somar os valores das cartas “soltas” dos adversários, o vencedor multiplica o número da seguinte maneira:

x 2. Se bateu sem coringas.

x 3. Se seu jogo é uma cor (todas as cartas do mesmo naipe).

x 4. Se seu jogo é uma cor sem coringa.

x 5. Se seu jogo é uma sequência de 10 cartas.

x 6. Se seu jogo é uma sequência de 10 cartas sem coringa.

x 10. Se seu jogo é um remígio (10 cartas do mesmo índice).

Vence o primeiro jogador a marcar um número pré-determinado de pontos. Agora que você conhece o Remígio, conte para a gente o que achou do jogo!

E então, curioso para saber mais sobre jogos de cartas? Jogue grátis no NetCartas!

COMPARTILHE

Pesquisar

Facebook NetCartas

Google Plus NetCartas